Concelho de Sernancelhe no roteiro dos carros clássicos do distrito de Viseu

Concelho de Sernancelhe no roteiro dos carros clássicos do distrito de Viseu

Sernancelhe, Lapa, Tabosa do Carregal, Freixinho, Fonte Arcada e Ferreirim foram as localidades do Concelho que receberam, durante o dia 17 de novembro, a visita de 60 carros clássicos, numa iniciativa organizada pela casa do pessoal do Hospital de São Teotónio de Viseu e Grupo Visiense dos amigos dos clássicos, com a colaboração do Município de Sernancelhe e juntas de freguesia.

Cerca de 120 pessoas dedicaram o passeio de novembro à Terra da Castanha, num evento que procurou descobrir as paisagens, o património, a cultura, a gastronomia e, muito particularmente, as estradas de montanha que desenham cenários de rara beleza, tanto no planalto da Lapa como serpenteando o vale do Rio Távora.

A concentração foi na Lapa, ao redor do seu Santuário com mais de 500 anos de história, onde os participantes foram brindados com uma visita guiada pelos espaços mais emblemáticos daquele local místico. Rumaram, de seguida, à Tabosa do Carregal para visitarem a igreja e o convento de Nossa Senhora da Assunção, exemplar do património singular da Ordem de Cister, onde foi servido um Demo de Honra a toda a comitiva, constando da ementa os Fálgaros que as monjas criaram há mais de três séculos e que ainda hoje são confecionados no forno comunitário da aldeia.

Logo depois a caravana desceu em direção ao Távora, tendo como destino o parque de lazer de Freixinho, situado na margem direita do rio, num local de rara beleza, de onde se vislumbram as freguesias ribeirinhas de Penso e Faia.

Com os olivais e os vinhedos a marcarem a paisagem, os bólides subiram rumo a Fonte Arcada, a Vila medieval que exibe como elementos distintivos a Igreja, a Casa da Loba e a Torre do Relógio. Na praça central, o Rossio, houve tempo para uma visita à Igreja e ao museu paroquial. Os paladares foram igualmente postos à prova com as iguarias confecionadas no forno comunitário, não faltando a jeropiga e os tradicionais biscoitos cozidos na hora.

A subida íngreme levou depois os carros até à ermida de Nossa Senhora da Saúde, de onde partiram em direção a Ferreirim. E na terra do vinho, da malvasia, dos néctares brancos frutados e únicos, a paragem foi na Adega da Quinta das Cepas para degustar os vinhos de eleição: o Carrilhas e o Decisão. Foi com os músicos de granito da rotunda de Ferreirim de pano de fundo que foi tirada a fotografia de grupo.

Para a tarde foi reservada uma visita demorada pelo Centro Histórico de Sernancelhe, com uma entrada na Igreja Românica, do século XII, no Museu Padre Cândido, que exibe um conjunto valioso de paramentaria, pinturas e escultura religiosa e, por fim, um momento mais descontraído na Loja Interativa de Turismo.