Carlos Silva, autarca de Sernancelhe, eleito presidente da CIM Douro

Carlos Silva, autarca de Sernancelhe, eleito presidente da CIM Douro

Carlos Silva Santiago, presidente da Câmara de Sernancelhe, é o novo Presidente da Comunidade Intermunicipal do Douro - CIM Douro. Eleito entre os 19 autarcas que constituem aquele organismo, Carlos Silva tem como vice-presidentes Nuno Gonçalves, presidente da Câmara de Torre de Moncorvo, e Domingos Carvas, presidente da Câmara de Sabrosa. Este foi o terceiro ato eleitoral para os órgãos desta estrutura administrativa, criada no âmbito da Lei 45/2008, e regida atualmente pela Lei 75/2013 de 12 de setembro, que estabelece o novo estatuto das entidades intermunicipais.

A CIM Douro, com sede em Vila Real, representa mais de 200 mil habitantes e engloba os municípios de Alijó, Armamar, Carrazeda de Ansiães, Freixo de Espada à Cinta, Lamego, Mesão Frio, Moimenta da Beira, Murça, Penedono, Peso da Régua, Sabrosa, Santa Marta de Penaguião, São João da Pesqueira, Sernancelhe, Tabuaço, Tarouca, Torre de Moncorvo, Vila Nova de Foz Côa e Vila Real.

Para além do conselho intermunicipal, que será liderado nos próximos quatro anos por Carlos Silva Santiago, são órgãos da comunidade intermunicipal a assembleia intermunicipal, o secretariado executivo intermunicipal e o conselho estratégico para o desenvolvimento intermunicipal.

O conselho intermunicipal é constituído pelos presidentes das câmaras municipais dos municípios que integram a comunidade intermunicipal, coincidindo com o que legalmente está fixado para os órgãos das autarquias locais, pelo que, durante o próximo quadriénio, Carlos Silva assume a presidência de um organismo que tem como áreas de atuação o planeamento e a gestão da estratégia de desenvolvimento económico, social e ambiental do território da NUTS III Douro; a articulação dos investimentos municipais de interesse Intermunicipal; a participação na gestão de programas de apoio; e o planeamento das atuações de entidades públicas, de carácter supramunicipal.

É igualmente papel da CIM Douro assegurar a articulação das atuações entre os municípios e os serviços da administração central, nas áreas do ordenamento do território e conservação da natureza, mobilidade e transportes, segurança e proteção civil, redes de equipamentos públicos e promoção do desenvolvimento económico, social e cultural.