Órgãos Autárquicos tomaram posse no dia 15 de outubro

ÓRGÃOS AUTÁRQUICOS TOMARAM POSSE NO DIA 15 DE OUTUBRO. PRESIDENTE DA CÂMARA, CARLOS SILVA, GARANTIU MANDATO DE RIGOR, RESPONSABILIDADE E VERDADE

Os órgãos autárquicos do Concelho de Sernancelhe, eleitos no dia 1 de outubro, tomaram posse no dia 15 de outubro, em cerimónia que decorreu no Salão Nobre dos Paços do Concelho. Carlos Silva Santiago (PSD) foi empossado na qualidade de Presidente da Câmara e José Agostinho Aguiar (PSD) Presidente da Assembleia Municipal. Num concelho onde a participação eleitoral foi de 72 por cento, o Presidente da Câmara elogiou o povo e prometeu trabalho, rigor, responsabilidade e verdade.

Como é tradição, Sernancelhe mobilizou-se para assistir à cerimónia que consagrou Carlos Silva como o Presidente de todos os sernancelhenses para os próximos quatro anos. Investido no cargo, lembrou que a estratégia passa pela “aposta nas vertentes económica, social e na cultura”, tirando proveito do potencial do concelho, do dinamismo, da atração e da capacidade de resistir, em pleno Interior de Portugal, às adversidades”, referiu.

O Presidente da Câmara disse ainda que “a grande motivação em torno deste projeto tem sido o trabalho integrado, a união de esforços com as juntas de Freguesia, associações, instituições sociais, culturais e desportivas, o empreendedorismo e o dinamismo empresarial do nosso Concelho, o incremento na ligação das nossas gentes à terra, o sentimento de pertença que tem sido fortalecido e a ligação afetuosa e de grande amizade que todos os sernancelhenses partilham”.

Para os colegas autarcas de Moimenta da Beira, Penedono e Tabuaço, que assistiram à tomada de posse ao lado dos Deputados Pedro Alves e Lima Costa, confidenciou contar “com todos para continuarmos a construir uma região de excelência e notoriedade”. Estiveram presentes também o antigo Presidente da Câmara Municipal de Sernancelhe, José Mário Cardoso, e a antiga Presidente da Assembleia Adélia Sobral.

A cerimónia contou com dois momentos distintos. Numa primeira parte foram chamados a tomar posse os 15 membros da Assembleia Municipal e os 13 presidentes de Junta de Freguesia que formam o plenário. Seguidamente, e enquanto decorria a eleição da Mesa da Assembleia, a Câmara Municipal reuniu e, logo depois, foi a ver de Leonor Nascimento, em representação do Partido Socialista, proferir as primeiras palavras da tarde. Coube ao Presidente da Assembleia José Agostinho Aguiar encerrar a cerimónia, num discurso que lembrou o papel deliberativo e fiscalizador da Assembleia, ao mesmo tempo que é o órgão que garante ao Concelho a concretização da democracia enquanto indutora de desenvolvimento do território.

O momento da tomada de posse culminou com um convívio no Centro Histórico de Sernancelhe. Referir que no ato eleitoral de 1 de outubro votaram 3951 eleitores, correspondendo a cerca de 67 por cento do eleitorado concelhio. Na Assembleia Municipal o PSD obteve 70,61 por centro dos votos, o PS 19,32 por centro, o CDS 5,59 por cento e o PCP/PEV 0,71 por cento. O PSD elege 12 membros para a Assembleia e o PS 3. Relativamente à Câmara Municipal, 71,92 por cento dos eleitores votou PSD, 18,15 por cento PS, 6,03 por cento CDS e 0,46 por cento no PCP/PEV. O PSD elegeu 4 elementos para a Câmara e o PS 1. Quanto às freguesias, o PSD venceu em Arnas, Carregal, Chosendo, Cunha, Faia, Granjal, Quintela, Vila da Ponte, União de Freguesias de Ferreirim e Macieira, União de Freguesias de Fonte Arcada e Escurquela, União de Freguesias de Penso e Freixinho e União de Freguesias de Sernancelhe e Sarzeda. O PS foi o partido mais votado em Lamosa.