Pátio Aquilino Ribeiro, no Carregal, repleto para conhecer a nova edição de "Cinco Réis de Gente" 

Pátio Aquilino Ribeiro, no Carregal, repleto para conhecer a nova edição de "Cinco Réis de Gente"

Em 1948, quando Aquilino Ribeiro tinha já mais de 60 anos de idade e uma carreira literária firmada, escrevia a obra "Cinco Réis de Gente", um guia primoroso da sua infância no Carregal, no Pátio e na casa onde nasceu, rodeada pelos ciprestes, pela Igreja do Espírito Santo e pelo sino Barradas. Considerada por Óscar Lopes como a melhor obra literária tendo como protagonista uma criança, o Município de Sernancelhe, numa parceria inédita com a Bertrand Editora, reeditaram "Cinco Réis de Gente" e apresentaram-na publicamente no exato local onde o escritor nasceu, no Pátio do Carregal, na tarde de 17 de setembro de 2016.

A obra é a mesma, o conteúdo é, de tão primoroso e autêntico, inalterável, mas esta nova edição conta com novidades que a tornam única: o prefácio pertence à escritora Luísa Costa Gomes, a introdução tem a assinatura de Jorge Coelho e há ainda uma nota do neto, Dr. Aquilino Machado. A capa é de inspiração beirã, assinada pelo pintor Pedro Albuquerque, um notável artista viseense, de créditos firmados e reconhecido nacional e internacionalmente.

Na tarde de 17 de setembro, o Pátio onde Aquilino brincou enquanto criança, encheu-se e o momento suplantou a intenção de apresentar a reedição de "Cinco Réis de Gente". Foi uma autêntica homenagem de um concelho, de centenas de pessoas presentes a um dos escritores mais importantes do nosso País, um autor que arregimenta multidões, que desperta cada vez mais admiradores e que parece fazer despertar uma legião de devotados estudiosos por todo o País.

Com a aldeia de Carregal decorada a rigor, graças a imagens e citações retiradas de "Cinco Réis de Gente", frases que denotam o caráter inamovível de Aquilino Ribeiro, o Pátio foi pequeno para acolher gentes de todo o País. A Banda Musical de Riodades, Concelho de São João da Pesqueira, anunciou o momento com as suas marchas, o Rancho Folclórico de Sernancelhe garantiu a recriação etnográfica dos tempos do Mestre, e as intervenções foram plenas de emoção e homenagem.

Paulo Neto, diretor da Revista Aquilino, coordenou a cerimónia e introduziu os oradores. Eduardo Boavida, Diretor da Bertrand explicou o projeto editorial em torno de Aquilino, a reedição contínua de obras e a estreita ligação com a família do escritor, agora assegurada com a relação próxima com o neto, Aquilino Machado.

Foi, aliás, Aquilino Machado que, visivelmente emocionado, constatou a grande homenagem que este momento representava para a vida e obra do seu avô. Recordando as suas memórias nas Terras do Demo, Aquilino Machado elogiou o empenho de todos os aquilinianos que, de forma tão persistente, dão um contributo significativo para que Aquilino seja uma referência tão distinta desta região e no País.

Por seu turno, Jorge Coelho, empresário, que assinou a introdução deste nova edição de "Cinco Réis de Gente", apresentou a obra, reconhecendo o prazer que descobre em cada livro de Aquilino Ribeiro. Reconhecendo a honra por ter participado neste reedição, demonstrou a sua determinação em colaborar ativamente para ajudar à promoção de Aquilino Ribeiro.

Carlos Silva Santiago, Presidente da Câmara, disse que foi fundamental para esta reedição o estabelecimento de uma parceria que considera histórica e há muito desejada. Agradecendo a todos os presentes, em especial o contributo do Dr. Paulo Neto, da Bertrand, do Dr. Jorge Coelho e do Dr. Aquilino Machado, terminou com um reconhecimento a todos quantos contribuíram para que hoje pudéssemos render esta grande homenagem ao nosso Aquilino Ribeiro, precisamente aqui, no Pátio onde brincou, ao lado da casa onde nasceu, na presença do seu povo.