Apresentação do livro “Macieira, Aldeia, Gente e Identidade”

MAIS DE DUAS CENTENAS DE PESSOAS NA APRESENTAÇÃO DO LIVRO “MACIEIRA, ALDEIA, GENTE E IDENTIDADE”, DA AUTORIA DE JOSÉ MARIA CARIA

Mais de duas centenas de pessoas assistiram, ao fim da tarde de 8 de agosto, no Largo da Junta de Freguesia de Macieira, à apresentação do livro “Macieira, Aldeia, Gente e Identidade”, obra da autoria de José Maria Caria. Considerado um trabalho de grande valia etnográfica, o livro retrata a pequena comunidade de Macieira, a aldeia conhecida como a “Pérola da Zebreira”, que exibe marcas diferenciadoras a altitude a mais de 900 metros, o granito amarelo, a paisagem de montanha, as gentes e uma cultura rural muito peculiar.

13.º Festival da Amizade e Feira Sementes da Terra

David Carreira trouxe milhares de pessoas ao 13.º Festival da Amizade e Feira Sementes da Terra

O conhecido artista David Carreira fez convergir para Sernancelhe milhares de pessoas, protagonizando uma enchente nesta 13ª edição do Festival da Amizade e Feira Sementes da Terra de Sernancelhe. O certame, que começou no dia 3 de agosto com as atuações de Augusto Canário, Adriana Lua, no dia 4, e Anjos, no dia 5, manteve a fórmula que o carateriza, associando o conceito de evento de verão à vertente comercial, com perto de uma centena de expositores, stands, tasquinhas, automóveis, artesanato e diversões.

LIVRO “MACIEIRA, ALDEIA, GENTE E IDENTIDADE”, DA AUTORIA DE JOSÉ MARIA CARIA

LIVRO “MACIEIRA, ALDEIA, GENTE E IDENTIDADE”, DA AUTORIA DE JOSÉ MARIA CARIA, VAI SER APRESENTADO NO DIA 8 DE AGOSTO

“Macieira, Aldeia, Gente e Identidade”. É este o título do livro da autoria do macieirense José Maria Caria, que retrata a pequena comunidade de Macieira, a aldeia conhecida como a “Pérola da Zebreira”, que exibe como marcas a altitude a mais de 900 metros, o granito amarelo, a paisagem de montanha, as gentes, os ritos e rituais e uma cultura rural muito peculiar. O livro conta o prefácio do Dr. Juiz Rui Manuel Ataíde de Araújo e vai ser apresentado, no dia 8 de agosto, pelas 19 horas, no largo da Junta de Freguesia de Macieira.

Noite de folclore com a atuação do Rancho da Casa do Distrito de Viseu no Rio de Janeiro

Noite de folclore com a atuação do Rancho da Casa do Distrito de Viseu no Rio de Janeiro

O Rancho da Casa do Distrito de Viseu no Rio de Janeiro, Brasil, foi o convidado do honra do festival de folclore que o Município de Sernancelhe organizou, na noite de 25 de julho, e que contou também com as atuações do Rancho das Arnas e do Rancho de Sernancelhe.

A iniciativa, assistida por mais de duas centenas de pessoas, inseriu-se na visita que a Casa do Distrito de Viseu no Rio de Janeiro, Brasil, está a efetuar pela Europa, procurando estreitar relações e trocar experiências culturais entre os dois povos.

Concentração “Os Amigos Binantes” trouxe centenas de motards a Sernancelhe

Rallye deu espetáculo pelas estradas de Sernancelhe

A parceria entre os municípios de Sernancelhe e Aguiar da Beira garantiu um fim-de-semana de espetáculo automóvel pelas estradas de ambos os concelhos. Nos dias 21 e 22 de julho, decorreu mais uma edição do Rallye Sernancelhe/Aguiar da Beira, uma prova organizada pelo Clube Automóvel da Marinha Grande, com o apoio da ARC Sport e chancela da Federação Portuguesa de Automobilismo e Karting.

A 5ª Concentração Motard "Os Amigos Binantes"

Concentração “Os Amigos Binantes” trouxe centenas de motards a Sernancelhe

O Grupo Motard “Os Amigos Binantes”, de Vila da Ponte, Concelho de Sernancelhe, organizou, de 21 a 23 de julho, a 5ª Concentração Motard, no parque de Festas da Vila da Ponte, na margem direita do Rio Távora, um espaço dominado por uma paisagem extraordinária, equipado com anfiteatro, parque de estacionamento, espaço de desportos e uma localização privilegiada (junto à Estrada Nacional 226), que muito agrada às centenas de moto turistas que todos os anos percorrem o País para estar presentes no encontro dos “Amigos Binantes”.

Miguel Gameiro/Pólo Norte, Mara Pedro, Patrícia Teixeira e Nuno Norte na edição deste ano do SER+Cultura

Sernancelhe organizou, nos dias 7, 8 e 9 de julho, o festival de cultura SER+CULTURA, evento que aconteceu no Centro Histórico da Vila, e cujo cartaz apresentou, este ano, nomes de artistas nacionais como Miguel Gameiro e Pólo Norte, a fadista Mara Pedro, Patrícia Teixeira, finalista do The Voice Portugal, e ainda Nuno Norte, vencedor da 1ª edição do Ídolos. De resto, este festival de cultura manteve o alinhamento das anteriores edições, não faltando a componente desportiva e solidária com a caminhada e trail solidário pelo “castanheiro em flor”, em colaboração com a Liga Portuguesa Contra o Cancro. Novidade mesmo foi a presença da RTP, na manhã de 7 de julho, que transmitiu em direto para o programa  A Praça três reportagens sobre o evento, facto que muito concorreu para a promoção de Sernancelhe, em especial junto das comunidades emigrantes.

Ser+Cultura em direto na Praça, da RTP

No arranque da 4ª edição do Ser+Cultura, de Sernancelhe, a RTP esteve em direto e mostrou a essência de um evento que junta diversão, pedagogia e cultura ao património único do Centro Histórico da vila.

Rita Belinha, a repórter que esteve em Sernancelhe, levou à Praça momentos com os seniores em atividade física, a literatura e a leitura com a hora do conto e as artes plásticas, com os mais novos a executarem atividades tão belas quanto enriquecedoras.

Feira Aquiliniana, o evento que promove a Lapa e Aquilino Ribeiro, dois símbolos de Sernancelhe

Feira Aquiliniana, o evento que promove a Lapa e Aquilino Ribeiro, dois símbolos de Sernancelhe

A Lapa e Aquilino Ribeiro são duas marcas incontornáveis de Sernancelhe. Com mais de cinco séculos, a Lapa é reconhecido como um dos principais centros de romagem em Portugal, mantendo até hoje um sentido religioso notável; Aquilino é um dos mais reconhecidos escritores portugueses do século XX, que mereceu honras de Panteão Nacional, em 2007. Nos dias 17 e 18 de junho, na Lapa, o Município de Sernancelhe recriou, com rigor histórico e etnográfico, as romarias da Lapa do tempo de Aquilino Ribeiro, proporcionando aos milhares de visitantes um “regresso” ao passado, uma “viagem” pela identidade das nossas terras e das nossas gentes.

Página 1 de 10