DOS PASSADIÇOS DO TÁVORA

COMEÇOU A CONSTRUÇÃO DOS PASSADIÇOS DO TÁVORA

Os passadiços do Távora eram uma obra há muito ambicionada. Desde a construção do açude e do espelho de água, na Vila da Ponte, a paisagem mudou e muitos motivos de grande beleza estão agora a descoberto nas freguesias de Vila da Ponte, Freixinho e Ferreirim. Para potenciar o turismo e criar um atrativo de lazer e saúde, surgem agora os Passadiços do Távora, uma obra que obriga a um investimento total de 663.432,43 Euros, apoiados pela União Europeia em 525.210,00 Euros no âmbito do Programa Operacional Regional do Norte, Fundo Europeu de Desenvolvimento Regional.

Os Passadiços do Távora surgem no contexto de vários investimentos realizados em torno do Rio na última década, que têm vindo a ser decisivos para transformar as aldeias, em especial a Vila da Ponte, que no século XVII chegou a ser Vila, e que beneficia de uma excecional localização geográfica.

Desde 2011 o curso do rio que a atravessa deu lugar a um Espelho de Água, a um imenso lago que assim permanece ao longo de todo o ano, trazendo consigo novas espécies de aves e uma paisagem de rara beleza. Predicados que colocam a Vila da Ponte na rota do turismo, do turismo de natureza, de veraneio e capacitada para a prática de desportos náuticos. É sem dúvida uma aldeia que tem tudo para ser um “Rio de Emoções”.

E é em torno do Rio Távora que o turismo vai ganhando as condições para ser de qualidade e único na região. Depois da criação do Largo de Festas, que trouxe uma nova centralidade para a comunidade vilapontense, em 2015 foi dado outro passo decisivo com a construção da Ponte Pedonal que liga Vila da Ponte a Freixinho e que permite a realização de um percurso pedestre também a Ferreirim. Com uma extensão de 207 metros, é uma obra arquitetónica de grande beleza, construída em madeira e ferro, com aros em chapa de aço corten, com uma métrica constante e em que os aros permitem visualizar o plano de água e a envolvente paisagística. É um exemplo de simplicidade e pureza, dona de uma fotogenia singular, que rapidamente transformou-se num símbolo da Vila da Ponte e do Concelho.

Mas, mais do que ligar as margens, esta Ponte Pedonal materializa a vertente da prática desportiva pedestre que é outra marca do rio Távora, e de que faz parte o circuito de manutenção, criado para o recreio e lazer, com vista privilegiada para o Espelho de água.

Agora, num percurso que pretende ligar Vila da Ponte a Freixinho e Ferreirim, estão a ser construídos os Passadiços do Távora, uma obra essencial para unir, num trajeto contínuo e de permanente descoberta, aquilo que melhor define este território: rio, vinhedos, montanha e vida. É que, para além das margens e de todos os encantos que possuem, será possível conhecer a Ponte e o observatório de aves, caminhar até Freixinho ou conhecer Ferreirim, a terra que tem na sua Banda Musical e no Conservatório uma imagem de marca.