Igreja de Fonte Arcada

Festival Oito Mãos trouxe concerto de “Latitude quatro” à Igreja de Fonte Arcada

O projeto Oito Mãos, concebido e produzido pela “De mi para si”, com o apoio de vários municípios da CIM Douro e do Governo de Portugal, através da Direção Regional de Cultura do Norte, tem como pioneirismo a associação do património à música e a sua difusão pelo território. No dia 28 de setembro, pelas 21 horas, foi vez da Igreja Românica de Fonte Arcada, construída no século XII, e classificada como Imóvel de Interesse Público em 1955, receber o concerto de “Latitude Quatro”.

“Latitude Quatro” é um grupo que surgiu em 2012, no porto de Lisboa, “entre fantásticos relatos de marinheiros e aventuras no cais”. São artistas de quatro nacionalidades (Portugal, Itália, Argentina e Inglaterra), que partilham músicas do Mundo, ritmos de vários continentes, sobressaindo sonoridades de Tango, fado, milongas, candombe, boleros e novas composições.

O Concerto na Igreja de Fonte Arcada inseriu-se na 5ª edição do Festival Oito Mãos, e colocou em evidência a riqueza patrimonial de uma região ligada por momentos musicais marcados pela excelência.

Oito concertos em oito monumentos foi o cartaz desta 5ª edição do Oito Mãos, Monumentos com Música Dentro, que decorreu desde julho e prolongou-se até setembro, servindo as populações e contribuindo para que revisitem os seus monumentos, olhando agora para eles de um ângulo diferente, surpreendente, revela a organização.

Por outro lado, o festival quis também contribuir para a divulgação do património construído, fortalecendo uma efetiva dinâmica regional e edificando uma rede de concertos regular. Oito Mãos é pois um festival para um território. Esta 5ª edição teve o apoio dos municípios de Alijó, Carrazeda de Ansiães, Freixo de Espada-à-Cinta, Penedono, Peso da Régua, Sernancelhe, Tabuaço, Torre de Moncorvo e ainda da Direção Regional da Cultura do Norte.