Esperança 2020


XICO LUCENA

ESCULTURA

XICO LUCENA

SÉRIE “CASULOS”

Nasceu em Olsberg – Alemanha Ocidental, em 1966.         
Em 1983, começou a esculpir em granito, que combina frequentemente com ferro, madeira e outros materiais.      

Participou em várias exposições colectivas e certames internacionais de escultura em Portugal, Espanha, Luxemburgo, Suíça e Noruega, e realizou diversas exposições individuais, as últimas das quais: Escultura Urbana – Loures; Salão Internacional de Artes Plásticas - S. João da Madeira; Arte no Morrazo - XV Colectiva de Pintura e Escultura – Cangas – Espanha; Exposição colectiva – Stavanger, Noruega; Galeria do Chiado – Lisboa; Galeria “Rectroverso” – Luxemburgo; Exposição “Conexão entre povos” – Centro de Cultura e Congressos ; Galeria da Biblioteca Municipal Macedo Pinto – Tabuaço; Exposição Itinerante Individual de Escultura Urbana – Maia, Lamego, Meda, Celorico, Universidade de Aveiro, Arouca, Penafiel; Ordem dos Médicos – Porto.

Foi distinguido em 2007 com o 1º Prémio de Escultura no XII Certame - Concello de Cangas – Espanha

CONCEITO

Exposição inserida na série “Casulos”.

Material: Calcário, xisto e granito preto

O autor, utilizando como materiais calcário, xisto e granito preto, modela, em pedras rústicas e uniformes, uma tema que toca e desperta cada um de nós: a conceção do ser humano. Partindo desta temática, cada um fará uma interpretação própria da peça, de acordo com a sua sensibilidade, que irá, com certeza, ao encontro do que o escultor pretendeu transmitir.


Outras Intervenções e Obra Pública: Museu do Vaticano – Itália; Câmaras Municipais de Jacou – Montpellier, França, Paul – Cabo Verde, Ílhavo, Castro Daire, Vila Nova de Paiva, Sernancelhe, Águeda, Moimenta da Beira, Vila Pouca de Aguiar, Lamego, Peso da Régua; IPG de Viseu, Villas de Sesimbra; RTP Porto; Casa da Beira Alta – Rio de Janeiro, Brasil; Casa de Viseu – Rio de Janeiro, Brasil; Edifício do Ministério das Finanças – Viseu; Heliflex, Tubos – Ílhavo; Hospital Distrital de Viseu; Centro de Artes – Sernancelhe. Simpósios de escultura em S. João da Madeira, Viseu, Câmara de Lobos – Ilha da Madeira, Vila Pouca de Aguiar, Vila Verde, Sernancelhe, Morges – Suíça, Brilon – Alemanha, Coimbra, Santiago de Compostela – Espanha, e Massamá.