Erro

[sigplus] Critical error: Image gallery folder noticias/2019/n52/sermaiscultura is expected to be a path relative to the image base folder specified in the back-end.

[sigplus] Critical error: Image gallery folder noticias/2019/n52/sermaiscultura is expected to be a path relative to the image base folder specified in the back-end.

CENTRO HISTÓRICO RECEBEU O SER+CULTURA

CENTRO HISTÓRICO RECEBEU O SER+CULTURA

Sernancelhe organizou, de 12 a 14 de julho, a edição de 2019 do festival de cultura SER+CULTURA, evento que aconteceu no Centro Histórico da Vila, e cujo cartaz primou pela oferta diversificada de momentos, com espetáculos de música, teatro, exposições, desporto, literatura, multimédia e tasquinhas. A organização, da responsabilidade do Município de Sernancelhe, em colaboração com a Biblioteca Municipal Abade Vasco Moreira, o Conservatório Regional de Música de Ferreirim e a Academia de Música de Sernancelhe, propôs dezenas de ações que promoveram a interatividade com o público e apelaram à sua participação, dinamizadas por mais de 30 grupos do Concelho, da região e do País.

Durante três dias, subiram aos diferentes palcos do Centro Histórico da Vila de Sernancelhe dezenas de artistas, mostrando um conceito inovador, dinâmico, onde a cultura e os seus intérpretes são protagonistas, numa mostra diversificada que pretendeu cativar públicos com diferentes sensibilidades e valorizar o património cultural e arquitetónico.

O SER+Cultura aconteceu precisamente num local de reconhecida importância histórica e cultural, como é o Centro Histórico, onde sobressaem monumentos classificados como a Igreja Românica, o Pelourinho, o Solar dos Carvalhos, a Casa da Comenda de Malta, bem como os equipamentos Auditório Municipal, Biblioteca e Museu Padre Cândido.

Vários palcos receberam espetáculos ao longo dos três dias. O Auditório Municipal acolheu momentos de cariz mais erudito; no Largo do Município foi instalado um palco ao ar livre que contemplou concertos de cariz popular protagonizados por bandas filarmónicas e ranchos folclóricos. A Praça da República, com um enquadramento privilegiado proporcionado pelo coreto, igreja, pelourinho e fonte luminosa acolheu concertos e espetáculos multimédia com jogos de luzes e imagens. A Igreja Matriz, com a história que a carateriza, foi outro espaço privilegiado. No Museu Paroquial Padre Cândido e no Jardim da Casa dos Condes da Lapa estiveram patentes ao público exposições de pintura, fotografia e escultura. A Biblioteca Municipal acolheu a componente mais literária, lançamento de livros, ateliês e iniciativas de incentivo à leitura.

De realçar que os espetáculos, todos gratuitos, tiveram um caráter rotativo entre os diversos palcos enumerados e foram complementados com apontamentos de espetáculos de rua que surgiram espontaneamente em alguns recantos estratégicos do centro histórico com o objetivo de interligar os diferentes palcos e ajudar no encaminhamento dos visitantes.

O artesanato e a gastronomia estiveram igualmente em destaque com barraquinhas estrategicamente colocadas junto aos palcos. Mais de uma dezena de espaços representaram as artes e os ofícios do concelho e nas tasquinhas foi possível degustar a nossa gastronomia, com os sabores mais autênticos da Terra da Castanha.


{gallery count=3 width=150 height=100 navigation=top}noticias/2019/n52/sermaiscultura{/gallery}