Projeto “Lamosa Natural” apresentado em direto para a Praça da Alegria, da RTP

Projeto “Lamosa Natural” apresentado em direto para a Praça da Alegria, da RTP

O Projeto Lamosa Natural foi apresentado hoje, 21 de junho, em direto para o programa “Praça da Alegria”, da RTP https://www.rtp.pt/play/p5284/e414097/praca-da-alegria-2019. Tendo como protagonistas as crianças do 1º ciclo do Concelho e os seniores dos Centros Lúdicos, a repórter Rita Belinha brindou o País com três momentos únicos de encontro com a natureza e celebração da chegada do verão: uma caminhada com início no Centro Interpretativo, uma visita ao observatório de aves e várias ações no Centro Pedagógico foram igualmente mostradas, naquela que foi uma iniciativa marcante para Lamosa, pois mereceu também a visita do Delegado Regional de Educação do Norte, confirmando assim a valia educativa do projeto Lamosa Natural. O responsável educativo dedicou a tarde a visitar o Agrupamento de Escolas Padre João Rodrigues, em particular o Laboratório de Ciências Experimentais e a Sala de Futuro, onde encerrou formalmente o ano letivo.

Tendo como foco a divulgação e salvaguarda da especificidade da natureza de Lamosa, classificada como Rede Natura 2000, por possuir áreas que urge conservar e espécies selvagens raras, ameaçadas ou vulneráveis, Lamosa Natural é o resultado de um projeto coordenado pelo Município de Sernancelhe e pela Associação Manta Verde e reconhecido na sua valia pela União Europeia, que o financiou ao abrigo do Portugal 2020, na continuidade de outra candidatura submetida e acolhida pelo anterior Quadro Comunitário (QREN).

Natureza e Educação são, portanto, conceitos transversais ao projeto Lamosa Natural. O propósito das entidades promotoras do projeto passou por criar as condições para apelar ao contacto com a natureza e sensibilizar para a fruição do meio ambiente.

Foram várias a intervenções realizadas na freguesia de Lamosa para que o projeto ganhasse forma e agora possa ser apresentado: requalificação da antiga escola primária para Centro Pedagógico, onde particularmente as crianças das escolas são privilegiadas, com o laboratório, os jogos da natureza e os espaços multimédia; reconversão do antigo moinho de vento para espaço interpretativo, com uma exposição permanente das estações do ano, sendo possível ao visitante ouvir os sons da natureza e perceber o quanto a paisagem se altera neste planalto; foram criados dois trilhos à descoberta da Rede Natura, um mais longo, cruzando diversas linhas de água, cujo caudal varia em função do ritmo das estações;  foi editado um guia da Rede Natura de Lamosa, um guia do professor e o livro infantil “De Cá Para Lá”, com a história das espécies em vias de extinção – criado especificamente para Lamosa; foram construídos dois abrigos para observação de aves, onde os amantes da fotografia podem captar imagens das espécies enquanto se alimentam; e ainda foi concretizada uma fase imaterial do projeto Lamosa Natural, com um sítio oficial, redes sociais, a possibilidade de descarregar uma app e partir à descoberta dos trilhos, bem como experimentar a realidade virtual.

Na manhã de apresentação do projeto as crianças do 1º ciclo do Agrupamento de Escolas de Sernancelhe e aos utentes dos centros Lúdicos foram os primeiros a experimentarem a multiplicidade de opções que Lamosa Natural oferece: caminhadas guiadas pelo trilho de Lamosa, iniciadas no Centro Interpretativo (Moinho de Vento – aliás o local onde se iniciam os percursos), em que é proposto aos participantes conhecerem o património rural, o curso da Ribeira de Lamosa (com passagem pelo Rio Paiva), à descoberta das espécies de fauna e flora únicas daquele local e ainda uma visita ao paleobosque; conhecer os observatórios de aves, proporcionando-lhes a experiência de captarem imagens enquanto as aves se alimentam e, de regresso ao Centro Pedagógico, poderem ver o resultado dos momentos captados sob a forma de fotografia, ou conhecer a estação de biodiversidade da Rede Natura de Lamosa, constituída por vários painéis ao longo do percurso e que o sinalizam e explicam; aproveitar os recursos tecnológicos do Centro Pedagógico, em particular o laboratório, para analisar ao microscópio os elementos florísticos recolhidos ao longo da caminhada pelo trilho de Lamosa.

Também num quadro de intergeracionalidade, Lamosa mostrou ser possível tirar proveito de todos os recursos deste centro Pedagógico e incentivar as crianças, os jovens e os seniores a participarem nos jogos didáticos, onde podem conhecer as seis espécies a preservar e a proteger na Rede Natura (o lobo, a lontra, a salamandra lusitânica, mexilhão do rio, lagarto de água e a toupeira de água). E ainda dar a conhecer a história do livro infantil das espécies, com a hora do conto e momentos teatrais.

Por outro lado, Sernancelhe, Terra da Castanha e de símbolos como Aquilino Ribeiro e o Santuário da Lapa, ganhou, de agora em diante, com o projeto Lamosa Natural as condições para mostrar também a sua especificidade ambiental e as potencialidades para a promoção do turismo de natureza. Pode consultar, com detalhe, todas as informações sobre o projeto Lamosa Natural no sítio oficial em https://www.lamosanatural.pt/ Ou poderá acompanhar o dia a dia deste local nas redes sociais: https://www.facebook.com/lamosanatural/
https://www.instagram.com/lamosanatural/

VEJA OU REVEJA O PROGRAMA PRAÇA DA ALEGRIA, DE 21 DE JUNHO, ATRAVÉS DO LINK:
https://www.rtp.pt/play/p5284/e414097/praca-da-alegria-2019