“A PRAÇA”, DA RTP, ESTEVE EM SERNANCELHE PARA MOSTAR O MELHOR DA TERRA DA CASTANHA

“A PRAÇA”, DA RTP, ESTEVE EM SERNANCELHE PARA MOSTAR O MELHOR DA TERRA DA CASTANHA

A repórter Rita Belinha esteve em Sernancelhe, na manhã de 22 de outubro, para registar o melhor da Terra da Castanha para o programa “A PRAÇA”, da RTP. Antecipando a Festa da Castanha, que decorrerá no próximo fim-de-semana, a televisão pública trouxe o seu programa das manhãs, apresentado por Jorge Gabriel e Sónia Araújo, ao nosso Concelho e mostrou ao País e ao Mundo a dimensão cultural que o povo confere à castanha e a este fruto com que a natureza brinda as terras de mestre Aquilino Ribeiro.

E foram três os momentos essenciais deste programa, procurando mostrar o circuito da castanha martaínha desde o souto até à mesa, e culminando com um magusto à antiga, como manda a tradição.

Aproveitando a encosta frontal à Vila de Sernancelhe, que é também uma das maiores manchas de castanheiros da variedade martaínha no nosso País, foi recriada uma apanha de castanha pelos utentes dos Centros Lúdicos, demonstrando o trabalho de pesquisa de artes e ofícios identitários do Concelho, uma parte do trabalho que a equipa do Contrato Local de Desenvolvimento Social (CLDS 3G), tem efetuado nos últimos anos.

Logo depois foi preparada no alto de Nossa Senhora de Ao Pé da Cruz uma mesa gastronómica, onde a castanha esteve presente na sopa, nos pratos e nas sobremesas. Estiveram presentes a Confraria da Castanha, a Escola Profissional, a Associação Comercial e Industrial - que acaba de promover a edição de um livro de doçaria, tendo por base 70 receitas recolhidas nos últimos 25 anos pelo Município de Sernancelhe -, e o Restaurante Casa do Avô, com o chefe Pedro Loureiro.

No miradouro de Nossa Senhora de Ao Pé da Cruz, um local rodeado por castanheiros e com uma paisagem fascinante do Vale do Távora, decorreu um magusto tradicional das terras beirãs, precisamente no ponto sobranceiro à Vila. No chão, com caruma, mexida com paus, largando um fumo muito branco e pleno de aromas, os utentes dos Centros Lúdicos de Sernancelhe colocaram toda a sua sabedoria ao dispor da atualidade, demonstrando como se assava castanha em qualquer lugar, houvesse alegria e vontade.

Condimentada com animação e os sorrisos das crianças do ensino pré-escolar do Concelho, esta manhã ficou concluída com um verdadeiro encontro intergeracional, motivado precisamente pela castanha, por uma espécie de antecipação do S. Martinho.

Veja o episódio de “A PRAÇA” de hoje, 22 de outubro, dedicado a Sernancelhe e à história e cultura da Terra da Castanha:

https://www.rtp.pt/play/p4222/e370617/a-praca